Início > GPO > Group Policy Preferences

Group Policy Preferences


Olá galera,

Nesse post, venho trazendo algumas informações sobre esse recurso que vem no Windows 2008 Server chamado Group Policy Preference (GPP), fazendo uma comparação com o recuso encontrado na sua versão anterior, o Policy Settings.

Abaixo temos uma tabela mostrando  as diferenças:

Group Policy Preferences

Group Policy Settings

Enforcement
  • Preferências não são aplicadas.
  • Interface de usuário não está desativada.
  • Pode ser atualizada ou aplicado uma vez.
  • As configurações são aplicadas.
  • Interface de usuário está desativada.
  • As definições são atualizadas.

Flexibility

  • Facilmente se criar itens de preferência para as configurações de registro, arquivos e assim por diante.
  • Importação de configurações individuais de registro ou ramos de registro inteiro a partir de um local ou um computador remoto.
  • Adicionando configurações de diretiva requer suporte de aplicação e criação de modelos administrativos.
  • Não é possível criar configurações de diretiva para gerenciar arquivos, pastas e assim por diante.
Local Policy
  • Não disponível no local da Diretiva de Grupo.
  • Disponível em Diretiva de Grupo local.
Awareness
  • Suporta aplicações de não-conhecimento da Diretiva de Grupo.
  • Requer aplicações de conhecimento Group Policy.
Storage
  • As configurações originais são substituídos.
  • Retirar o item de preferência, não restaura a configuração original.
  • As definições originais não são alterados.
  • Armazenado em ramos de política do Registro.
  • Retirar a definição de política restaura as configurações originais.
Targeting and Filtering
  • Segmentação é granular, com uma interface de usuário para cada tipo de segmentação item.
  • Suporte a segmentação no nível individual preferência item.
  • A filtragem é baseada no Windows.
  • Management Instrumentation (WMI) e exige a elaboração de consultas WMI.
  • Suporta filtragem a nível GPO.
User Interface
  • Oferece um ambiente familiar, interface fácil de usar para configurar a maioria das configurações.
  • Oferece uma interface alternativa para a maioria das configurações de política.

Além desses recursos, a utilização do GPP se tornou muito prático, ajudando os administradores da rede, que antes, criavam muitos scripts no auxílio a configurações para toda rede. Um exemplo disso é o mapeamento, hoje é possível criar inumeros mapeamentos, com maior facilidade, atraves de GPOs.

A imagem abaixo mostra uma tela onde é criado esse mapeamendo de unidade, o que era muito comum, utilizando outras versões do Windows, com scripts.

Driver Map

Conforme podemos ver na imagem, tem-se a opção “Action”, nela definimos a ação que será executada pela GPO, a ação pode ser: Create, Replace, Update ou Delete.

A opção location, determina o caminho do mapeamento. Em seguida tem-se a opção para definir a letra que a unidade irá utilizar, ou a primeira letra disponível no computador.

Com isso o mapeamento já pode ser criado, mas além dessas funções, temos também outras como utilizar um login determinado para ser acessado no mapeamento, exibir ou não o drive mapeado.

Além delas temos várias outras funcionalidades, que são exibidas na imagem abaixo:

Preferences

Dentre as opções, as mais comuns utilizadas são:

  • Driver Maps, para mapeamento;
  • Ini Files, para configuração de arquivos .ini;
  • Shortcuts, para aplicar atalhos nos computadores;
  • Devices, onde podemos determinar o “status” de funcionamento dos dispositivos do computador;
  • Internet Settings, para configuração das opções da Internet;
  • Scheduled Task, para agendamento de tarefas no computador;
  • Start Menu, para determinar o Menu Iniciar dos computadores.

Outra funcionalidade interessante, são as Starters GPOs, que podemos utilizar, em um ambiente onde temos configurações padrão para todos computadores na rede. Quando criamos uma GPO adicional, basta simplesmente adicionar a opção da Starter GPO, para indicar a politica padrão que juntamente da adicional, será aplicada. Segue abaixo um exemplo exibindo como adicionar uma Starter GPO em uma outra GPO.

GPO Starter

As Starters GPOs, podem ser criadas na opção Starter GPO, na mesma console de gerênciamento de GPOs.

Estas são algumas das novas funcionalidades encontradas no Windows 2008 Server. Espero ter ajudado e caso tenham dúvidas, deixem seus comentários.

Um abraço a todos e até mais.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: